Toda a iniquidade será recompensada

Os livros de 1 e 2 Samuel não têm autoria conhecida. E sua data ainda é discutida por muitos estudiosos, sabe-se, porém, que no AT formavam um único volume que posteriormente foi separado, dando origem a forma que os conhecemos hoje. Mas estas questões teológicas ficam para uma outra ocasião. O que me chamou a atenção nestes dias de leitura é como começam as narrativas. O texto começa falando de Elcana um homem que tinha duas mulheres, Ana e Penina. Na sequência o texto diz: Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao SENHOR dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do SENHOR, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli. 1Samuel 1:3. Quem nunca leu este texto logo vai pensar, estavam ali os sacerdotes dos Senhor. E de fato estavam.
Mas, as aparências enganam muito. E como diz o ditado; "quem vê cara não vê coração". Na verdade estes sacerdotes do Senhor estavam preocupados consigo mesmos. Preocupavam-se em fazerem da casa de Deus um lugar para a pratica de todo tipo de torpeza. Era, porém, Eli já muito velho, e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel, e de como se deitavam com as mulheres que em bandos se ajuntavam à porta da tenda da congregação.1 Samuel 2:22. O texto chega a chamar os filhos de Eli de filhos de Belial, e que não conheciam ao Senhor, mesmo estando a frente do sacerdócio. (1Samuel 2:12). Belial é uma palavra hebraica que significa algo que não tem valor, é uma coisa imprestável, não serve para nada. Os filhos de Eli eram péssimos obreiros, pessoas degeneradas, e que na verdade não demonstravam com suas práticas sinais de conversão a Deus. Aproveitavam-se de suas posições dentro da casa do Senhor para obter ganhos ilícitos e praticar todo tipo de imoralidade sexual. Estas coisas aconteciam debaixo das narinas de Eli, que nunca tomou uma decisão no sentido de endireitar as coisas, o que demonstrava que a liderança de Eli também já estava degenerada como os seus filhos. Num dado momento Eli dá uma demonstração de líder falido quando chama a atenção de seus filhos dizendo-lhes: Por que fazeis tais coisas? Pois ouço de todo este povo os vossos malefícios. Não, filhos meus, porque não é boa esta fama que ouço; fazeis transgredir o povo do SENHOR. Pecando homem contra homem, os juízes o julgarão; pecando, porém, o homem contra o SENHOR, quem rogará por ele? Mas não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. 1 Samuel 2:23-25. Estas foram as únicas palavras de repreensão aos seus filhos sacerdotes, fingidos. Eli não tomou nenhuma providência no sentido de corrigir e disciplinar seus filhos para uma vida santa e devotada ao Senhor. A impressão, que fica é que Eli não estava ligando para a situação. Seus filhos poderiam continuar pecando a vontade que estava tudo bem. O que Eli não sabia é que enquanto alisava a cabeça de seus filhos sua vida como chefe da congregação e líder espiritual estava definhando. Deus não estava planejando tirar do caminho apenas Hofni e Finéias, mas, estava também pronto para tirar a causa primária de todo o desajuste na casa do Senhor, e isso incluía Eli. Eli talvez não tenha cometidos pecados graves, mas a sua tolerância com o pecado de seus filhos foi o suficiente para desagradar a Deus. Então o Senhor falou: Naquele mesmo dia suscitarei contra Eli tudo quanto tenho falado contra a sua casa, começarei e acabarei.1 Samuel 3:12. Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.Salmos 1:5. A situação instaurada na casa de Eli foi reflexo de um sacerdócio que não produziu efeitos. Foi como um placebo, inócuo, ineficaz. Não convém que seja assim na casa do Senhor. Não podemos nunca como igreja permitir que situações como esta penetre no meio da igreja. Todo aquele que se mostra tolerante com o pecado, seja ele qual for, torna-se um inimigo de Deus e coisa terrível é cair na mão do Deus vivo (Hebreus 10:31). Também existe aquele tipo de pensamento usado por certas pessoas que insistem em dizer que peca pois sabe que Deus julga cada um diferentemente da forma com que os homens se julgam. O que talvez estas pessoas tenham se esquecido é que Deus não se deixa escarnecer (Gálatas 6:7); e ficar brincando de pecar pode trazer consequencias devastadoras para o "crente".
Certamente todos pecaram, indiscutivelmente.(Romanos 3:23). Contudo o Senhor é fiel e justo para nos perdoar de todos os nossos pecados e Deus é poderoso para nos tirar da ignorancia. Mas, outra coisa é aquele que sai da ignorancia e que peca voluntariamente com coisas abomináveis de forma descarada dentro da igreja e vive como se nada estivesse acontecendo. Nenhuma igreja deste mundo esta livre de escândalos segundo o próprio Deus. E disse aos discípulos: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem! Lucas 17:1 . Não devemos nunca desanimar achando que por algum momento a injustiça irá prevalecer.  Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, Hebreus 10:26. Se esta verdade dói quando chega aos olhos ou aos ouvidos então está mais do que na hora de acertar as contas com Deus. Ninguém é mais santo do que ninguém. Mas uma coisa é certa, o Senhor dará a recompensa para todos aqueles que amam a iniquidade.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails