Vida próspera.

Numa conversa informal com uma irmã sobre vários assuntos surgiu uma pergunta: Que parâmetros, além da Bíblia, temos hoje que pudessem representar uma vida de prosperidade? Não uma prosperidade fantasiada, nem tampouco uma prosperidade pregada e não vivida. Também não é aquela prosperidade que os críticos de plantão insistem em atacar sem contudo dizer exatamente o que é prosperidade. É necessário as vezes termos uma confissão de alguém que já tenha vivido o suficiente para dizer o que é prosperidade em Deus.
Ela foi me contando coisas que já passou em quase noventa anos de vida. Quando ainda moça, conta ela, decidiu se casar. A vida que já não era muito fácil começou a mostrar desafios ainda maiores. Quinze dias depois de se casar converteu-se a Deus, deixando de lado todos os seus santos, que até então haviam norteado sua vida. Para isso bastou uma boa leitura no livro de Êxodo 20 e o hino 259 do cantor cristão. Quando ela se casou, pessoas próximas diziam que ela ia para o inferno, uma vez que seu marido era crente e ela não, pois os crentes não eram batizados quando criança. Quem casa quer casa. Num primeiro momento, logo após se casarem, começaram a trabalhar e morar com a família de seu marido. Algum tempo depois dificuldades no relacionamento familiar fizeram com que eles procurassem viver suas próprias vidas. Mudaram-se para outra cidade chamada Bela Vista do Paraíso, PR, onde ficaram por seis meses. Mas apesar do nome da cidade as coisas não eram tão paraíso assim. E mudaram mais uma vez para Centenário do Sul onde permaneceram por uns 12 anos. Nesta cidade ela teve cinco filhos. Mudaram depois para Tapejara onde nasceu o sexto filho. Depois de Tapejara veio para Guarulhos onde vive até hoje.  Com os filhos também vieram todo tipo de dificuldade. As situações de sobrevivência eram precaríssimas. Não havia médicos, hospitais e seus filhos nunca puderam ser vacinados. Também não havia pré-natal e os partos quase sempre eram feitos em casa. Mulher de pouco estudo teve que aprender tudo na raça. Sempre servindo a Deus com alegria enfrentou situações extremas. E muitas vezes suas perspectivas quanto ao futuro eram incertas.
O tempo passou e quando ela olha para trás vê todos os livramentos que Deus deu a ela. Reconhece que se não fora o Senhor que estivesse do seu lado não teria sobrevivido. Sua vida não é perfeita, todavia o Senhor lhe deu bens e muita saúde. Seus filhos estão bem, seu marido, homem bondoso já dorme no Senhor. A vida dela é semelhante a muitas outras vidas de outros irmãos, em nada são diferentes. Pedi para ela fazer um resumo de sua vida e ela me disse uma coisa simples que tem uma amplitude maior do que podemos imaginar, ela disse: prosperei, mas ainda estou cumprindo a missão que Deus me confiou até o dia em que ele me buscar.
Quantas pessoas olham para o futuro e não vêem nada? Quantas pessoas fixam seu olhar no  horizonte esperando uma vida próspera? Dona Ana nos ensina que aquele que fica olhando para as nuvens nunca segará. Deu um duro danado para chegar onde chegou. Sossego? Não espere sossego! Os segredos de uma vida próspera vão além do que imaginamos. E se não conseguimos enxergar um futuro próspero, que pelo menos, possamos olhar para trás e dizer: prosperei. Até aqui tenho cumprido a missão que Deus me confiou.
Pense na prosperidade analisando estes versículos:
Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão. Salmo 37:25
Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará. Salmo 1:3
Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. Salmos 128:2

Testemunho de Ana Alba Lopes. Irmã da Igreja Batista Independente de Guarulhos.
Rogério Loureiro

2 comentários:

Neinh@ disse...

Paz do Senhor Jesus!!!!

Que todos nós possamos tomar esse testemunho como exemplo em nossas vidas. Vamos atentar para a história de vida daquelas pessoas que tem os "cabelos brancos" em nossas igrejas, elas tem muito o que passar da sua experiÊncia de vida com Deus.
A Dona Ana é um referencial de fé para todos nós!!!!
Vencendo vem Jesus!!!!!
Neia

Arauto de Sião disse...

É verdade, Néia. Devemos deixar de lado as coisas tolas desta vida e começar a observar melhor o testemun hos bons de nossas igrejas. Certamente temos mais a prender com elas. Mexericos? sai de mim...

Related Posts with Thumbnails