Jesus não é Miguel

A organização Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) e a Igreja Adventista do Sétimo Dia afirmam que Jesus Cristo é Miguel tanto em poder como em autoridade. Mas, ao contrário do que essas organizações dizem, Jesus não é o arcanjo Miguel. Afirmar que Jesus e Miguel são a mesma pessoa é, no mínimo irracional, é atestar por definitivo ser um ignorante biblicamente. Em nenhum texto as Escrituras dizem que Miguel é Jesus e nem que Jesus é Miguel.

Apesar de haver certa semelhança entre estas organizações no tocante a “angelicalidade” de Jesus, as Testemunha de Jeová, ainda sustentam que Jesus não é Deus. Mesmo com a idéia confusa de Jesus ser Miguel os Adventistas crêem que Jesus é Deus. Mas ambas concordam de algum modo que Jesus é Miguel. Para sustentarem suas doutrinas usam dois versículos como base:

Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 1Tessalonicenses 4.16.

Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. Judas 9.

O primeiro versículo diz peremptoriamente que Jesus descerá do céu "com voz de arcanjo" o segundo versículo diz que Miguel é um arcanjo. Com base nisto afirmam que, Jesus é o arcanjo Miguel, pois a expressão “arcanjo” só é encontrada no singular na Bíblia, dando a entender que existe somente um. É um erro grave usar estes textos como se eles se corroborassem, isto é associá-los, para sustentar que uma pessoa é outra. Seria o mesmo que forçar uma ligação entre os textos de Mateus 10.16 ("Sejam astutos como as serpentes e sem malícia como as pombas") com Gênesis 3. 1 (que menciona a serpente no paraíso), Apocalipse 12.8 (que afirma que Satã é a serpente original) e Mateus 3.16 (que diz ter o Espírito Santo aparecido no batismo de Jesus em forma de pomba), para concluirmos erroneamente o seguinte: "Jesus disse: “Sejam astutos como Satanás e sem malícia como o Espírito Santo”.

O outro erro é o da associação de idéias. O texto de 1Tessalonicenses 4.16 diz o seguinte: "Porque o próprio Senhor descerá do céu com uma chamada dominante, com voz de arcanjo e com a trombeta de Deus". Tanto para a organização TJ, como já foi mencionado, o segmento de frase "descer com voz de arcanjo" faz de Jesus o próprio arcanjo. O que também parece ocorrer com os adventistas. Com base nesta linha de raciocínio, seríamos também obrigados a afirmar que Jesus é a própria "chamada dominante" e a própria "trombeta de Deus". Vejamos:

A) Jesus desce "com voz de arcanjo"; portanto, é o arcanjo.

B) Jesus desce "com uma chamada dominante"; portanto, é a chamada dominante.

C) Jesus desce "coma trombeta de Deus"; portanto, é a trombeta de Deus.

Evidentemente, estas organizações recusam a conclusão das letras B e C. Mas essa será a conclusão inevitável caso seu raciocínio seja adotado. Como B e C não são conclusões válidas, tampouco A pode ser. Jesus, portanto, não pode ser identificado com o arcanjo Miguel à luz de 1Tessalonicenses 4.16.

A questão levantada por estas organizações segundo a qual a expressão arcanjo aparece pluralizada nas Escrituras, faz parecer que há somente um arcanjo, quando na Palavra de Deus, fica evidente que há mais de um arcanjo. Devemos lembrar o seguinte: em Isaías 9:6 não parece haver menção de mais de um príncipe. Isaías chama Jesus de príncipe da Paz, O Único Príncipe. Em Daniel 10:13 Miguel é chamado "um dos mais destacados príncipes" (NM) em outras traduções “Um dos primeiros”, mas, independentemente da tradução a idéia é que existem mais ancanjos, ou anjos, como Miguel. Se ele é "um dos mais", então há outros em pé de igualdade com Miguel; conseqüentemente, não pode haver um único arcanjo. Já em relação a Jesus, ele é chamado "Rei dos reis e Senhor dos senhores" (Ap 17.14; 19.16), ou seja, é o Soberano, o que sustenta todas as coisas por sua palavra de poder (Hb 1.3).

Enquanto em Daniel 10.13 Miguel é chamado "um dos mais", "um dos primeiros" o que nos leva a concluir que não é o principal, o primaz —, em Colossenses 1.18 lemos que Jesus tem a primazia. Assim, se Jesus tem a primazia, e Miguel não, então os dois não podem ser a mesma pessoa.

Mateus 4.10,11 e Marcos 1.25-27 apresentam Jesus Cristo repreendendo Satanás; mas em Judas 9 está escrito que Miguel não se atreveu a censurá-lo; ao invés, entregou a Deus tal responsabilidade. Jesus tem, portanto, diferentemente de Miguel, a autoridade absoluta sobre Satã e seus demônios. Exemplo disso é o caso dos gadarenos endemoninhados (Mt 8.28-32). Os demônios imploraram a Jesus que lhes permitisse entrar numa manada de porcos; só quando Jesus lhes deu permissão é que puderam agir.

Levando-se em conta o mencionado, devemos nos lembrar da afir¬mação bíblica de que os anjos, em relação à raça humana, são "maiores em força e poder" (2Pe 2.11). Além disso, de acordo com Hebreus 2.9, Jesus foi feito por um pouco de tempo "menor do que os anjos", pois se fez "carne e habitou entre nós" (Jo 1.14), assumindo a forma de servo (Fl. 2.7,8). Assim, se Jesus fosse o arcanjo Miguel, seríamos forçados a dizer que Miguel foi feito "menor do que os anjos". Ora, se Miguel, na condição de arcanjo, não censurou Satã, como poderia tê-lo feito na condição de homem? Se Miguel fosse realmente Jesus Cristo, faria o que Jesus fez, ou seja, censuraria Satanás. Fica evidente, desse modo, que Jesus e Miguel não podem ser a mesma pessoa, pois aquele tem poder sobre as forças das trevas e este entrega o julgamento a quem de direito, a Deus, que detém o poder sobre as trevas.                                              Rogério Loureiro

Bibliografia: Por que abandonei as Testemunhas de Jeova - Aldo Menezes


Um comentário:

clayton disse...

O que significa a palavra Arcanjo?

Até onde eu sei significa Anjo Principal; Quantos anjos principais existem? Se é principal é porque igual a ele só existe ele. Outra coisa, Miguel significa Quem é semelhante a Deus, então eu pergunto: Quem é semelhante a Deus? Filipenses 2:5,6 diz claramente quem é semelhante a Deus. Se a designação “arcanjo” não se aplicasse a Jesus Cristo, mas a outros anjos, então não seria apropriada a referência à “voz de arcanjo”. Neste caso, descreveria a voz de uma autoridade inferior à do Filho de Deus.
Há também outras correspondências que estabelecem que Miguel realmente é o Filho de Deus. Daniel, depois de fazer a primeira referência a Miguel (Da 10:13), registrou uma profecia que se estende ao “tempo do fim” (Da 11:40) e depois declarou: “E durante esse tempo pôr-se-á de pé Miguel, o grande príncipe que está de pé a favor dos filhos de teu povo [o de Daniel].” (Da 12:1) Miguel ‘pôr-se de pé’ devia ser associado a “um tempo de aflição tal como nunca se fez ocorrer, desde que veio a haver nação até esse tempo”. (Da 12:1) Na profecia de Daniel, ‘pôr-se de pé’ freqüentemente se refere à ação de um rei, quer por ele assumir o poder régio, quer por agir eficazmente na qualidade de rei. (Da 11:2-4, 7, 16b, 20, 21) Isto apóia a conclusão de que Miguel é Jesus Cristo, visto que Jesus é o Rei designado de Jeová, comissionado para destruir todas as nações no Har-Magedon. — Re 11:15; 16:14-16.

Você não é obrigado a acreditar ou apoiar o que as Testemunhas de Jeová acreditam, mas não trate como se VOCÊ fosse o dono da verdade, pesquise um pouco mais as escrituras, e tenha a mente e o coração dispostos a aprender mais.

Abraço.

Related Posts with Thumbnails